Você acessou o Blog de Frederico Menezes. Desejamos que seja ele de utilidade aos que lutam para construir um mundo melhor para todos.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

TROMBOS

Costumo me referi à alma como um grande núcleo de energia, obviamente inteligente, um verdadeiro fulcro de força colossais, detentora, em seu cerne, de poderosíssimos recursos, capazes de repetir as indescrítíveis alterações telúricas que ocorrem no infinito. É um Universo em miniatura. É um céu microscópico, com a potencia do macro. Dentro dessa visão, a espiritualização do ser significa a expansão dessa força, em grau maior de consciencia, interagindo sempre de forma mais elevada e íntima para com a mente de Deus. Fazendo Sua vontade. Sabendo que vontade é esta.

Quando deterioramos nossa maneira de pensar, agindo contrário aos ditames da Suprema Lei, permitimos a criação de trombos no fluxo da energia que somos. Obstruímos nossa natureza real. Desarticulamos os delicados implementos que nos vinculam à vontade divina. Viciamos os núcleos de força. Aliás, todo e qualquer vício que adquirimos, representa trombos a paralizar, paulatinamente, o funcionamento desses centros de forças. É a desarmonia.

Podemos deduzir, a partir desse raciocínio, a importância de buscarmos a mente sã, os pensamentos ajustados, a meditação que apazigua, a oração que acalma, as atitudes que enobrecem e os hábitos elevados, para que, harmonizando toda essa constelação de valores possamos ter uma vida saudavel, construtiva, confiante, determinada e corajosa, na edificação de uma era nova, a começar nos meandros mais íntimos do nosso coração.

Vencer as doenças é evitar esses trombos. Claro que e´uma colocação simplista. Mas creio ser perfeitamente uma visão real. E o Evangelho, compreendido, sentido e vivido, é a terapeutica mais avançada para concretização dessa realidade sem vícios e sem trombos, delineando o ser humano íntegro e emancipado do amanhã.

Um comentário:

  1. O QUE ACONTECEU QUE HOJE NAO POSTOU NADA????.......

    FICA COM DEUS

    ResponderExcluir