Você acessou o Blog de Frederico Menezes. Desejamos que seja ele de utilidade aos que lutam para construir um mundo melhor para todos.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

CRESCENDO

Notícias trágicas é o que não falta no mundo. A carga enorme de situações escabrosas, horripilantes e devastadoras faz com que muitas pessoas percam a fé, percam o chão e fiquem à deriva. Os mais frágeis caem em desespero e tudo fica muito mais difícil. Mas, será que há crescimento do ser sem desafios que mobilizem as energias mais profundas e intensas em cada um de nós? Quando admiramos um grande homem ou uma extraordinária mulher o fazemos exatamente porque eles são capazes de vencer obstáculos, de superar obstáculos sem perder a determinação pela vida e firmes nos propósitos à serem alcançados.Isso é que admiramos neles e, de alguma forma, nos projetamos sobre esses heróis de carne e osso, pessoas iguais a nós mas que acreditam em si e exalam confiança nas próprias potencialidades.

Ninguem nasceu para ficar parado na esquina da vida e todos somos possuidores dos mesmos predicados, das qualidades e habilidades para superar dificuldades. A diferença entre nós e eles, os que admiramos, é que eles treinaram suas habilidades, a puseram em movimento e acreditaram que podiam seguir adiante.

Ficaríamos encantados conosco mesmo se déssemos uma chance à força e poder de superação que temos dentro de nós. Somos semelhantes à uma semente que traz, embotada no solo fértil do coração, todas as diretrizes e planos traçados para que a gigantesca árvore floresça.

O sentido da vida se delineia, muitas vezes, diante das aparentes situações semelhantes a um beco sem saída. A descoberta de si mesmo, da própria transcendencia , são os primeiros grandes tesouros que a iniciação pelas dores pode nos fazer descortinar. E depois, a capacidade de amar, de descobrir os mais suaves encantos da vida nos gestos de ternura, nos momentos de saudade ou nos pequenos detalhes que esqueçemos de valorizar. Vejam como as pessoas portadoras de enfermidade incurável ou as que sofrem algum acidente que lhes ameaça a vida passam a valorizar esses pequenos detalhes de suas vidas. Descobrem um prazer, uma beleza, um motivo de felicidade que não tinham percebidos em si e em torno de seus passos.

Os problemas parecem ser, então, mensageiros das grandes descobertas da alma. Mas não precisamos esperar os problemas ou a enfermidade incurável para enxergar e valorizar aquele sorriso que está ao nosso lado ou aquela expressão doce no olhar de quem, muitas vezes e em anos, nos fita com afeto.Podemos,desde já, nos enfeitiçar pelo jeito de algum amigo e até de alguem que, agora à pouco, nos incomodava.

Surpreendamos a vida porque ela sempre nos surpreende com suas riquezas...Surpreende-la é informá-la que encontramos um pouco da sua beleza e da finalidade grandiosa que ela tem para nos tornar felizes.

2 comentários:

  1. Esse texto me fez lembrar a estrofe de uma música que diz assim: "O mar as vezes se reolta, porém as rochas permanecem no lugar"

    Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  2. Realmente um emocionante texto. Quase me arranca lágrimas. Me fez recordar coisas bem pessoais. Parabéns!

    ResponderExcluir