Você acessou o Blog de Frederico Menezes. Desejamos que seja ele de utilidade aos que lutam para construir um mundo melhor para todos.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

NÓS, OS PAIS (E AOS QUE SERÃO)


SER PAI E MÃE! POXA, ESSE É UM GRANDE DESAFIO. MUITOS TEMEM O COMPROMISSO E SE ACHAM INCAPAZES PARA A TAREFA. SENTEM O PESO DO COMPROMISSO. OUTROS, QUANDO JÁ O SÃO, FICAM PERPLEXOS POR NÃO CONSEGUIREM SER, COMO O DESEJARIAM, SEMPRE TOLERANTES, PACIENTES, NÃO DOMINADORES. E SE VEEM AGINDO EXATAMENTE COMO NÃO GOSTARIAM.

POR OUTRO LADO, QUANTAS VEZES NÃO ENCONTRAMOS FILHOS IMENSAMENTE FRUSTRADOS PORQUE DESCOBRIRAM QUE OS PAIS NÃO SÃO PERFEITOS. NESSE CASO, ALIMENTADA ESSA FALSA VISÃO, PELOS PRÓPRIOS PAIS. ÀS VEZES, NÓS NOS ESQUECEMOS QUE OS FILHOS, NO FUNDO, DESEJARIAM SABER, LOGO, LOGO, QUE SEUS PAIS SÃO COMO ELES, HUMANOS, QUE ERRAM, TEM FRUSTRAÇÕES E INSEGURANÇAS. ESSA DESCOBERTA NÃO DIMINUI O AMOR DOS FILHOS PELOS SEUS PAIS E MUITO MENOS SUA AUTORIDADE COMO TUTORES. QUANDO NOSSA HUMANIDADE ALICERÇA A RELAÇÃO ENTRE PAIS E FILHOS, CREIO, A INTERAÇÃO É MAIS PROFUNDA E VERDADEIRA. NÃO SE BASEIA EM UMA FANTASIA, POR MAIS BELA E POÉTICA QUE SEJA.

POSSO DIZER QUE AS VIRTUDES DE PAIS HUMANÍSSIMOS SÃO MAIS ADMIRADAS PELOS FILHOS DO QUE AQUELAS DOS SUPOSTOS SUPER - PAIS.E, SEM DÚVIDA, O PESO QUE ELES CARREGAM É BEM MAIS LEVE. LEO BUSCAGLIA, EDUCADOR E SOCIÓLOGO, ESCREVEU, CERTA FEITA, QUE UM MARCO NA VIDA DO ADULTO É QUANDO ELE DESCOBRE, DEFINITIVAMENTE, QUE OS PAIS SÃO HUMANOS, COM SEUS MEDOS E IMPERFEIÇÕES.

A VIDA É UM APRENDIZADO MÚTUO E PERMANENTE. SEI QUE ESSA FRASE JÁ É QUASE CHAVÃO, POREM, É VERDADEIRA. A FANTÁSTICA INTERAÇÃO PAIS E FILHOS É UM COLOSSO DESSA ASSERTIVA. É UM VERDADEIRO UNIVERSO QUE SE ABRE PARA A MAGIA DA TERNURA EXTREMA E DA ABNEGAÇÃO. QUANDO SOMOS PAIS, APRENDEMOS MAIS LARGAMENTE A VENCER O EGO E COMEÇAMOS A PENSAR NOS FILHOS PRIMEIRO QUE EM NÓS. É UM EXERCÍCIO DE AUTO - LIBERTAÇÃO E DE RENÚNCIA, SEM PERDERMOS A INDIVIDUALIDADE. MAIS EXPERIENTES QUE ELES, NATURALMENTE, PELO MENOS NESSA ENCARNAÇÃO, OS ORIENTAMOS, E DEVEMOS TER CUIDADO PARA NÃO DESEJARMOS CRIAR UM CLONE DE NÓS MESMOS, NOS PROJETANDO SOBRE UM ESPIRITO IMORTAL, QUE TEM SUA HISTÓRIA EVOLUTIVA E SUA SINGULARIDADE. ELE É ÚNICO!

A TAREFA FUNDAMENTAL, NA ÓTICA ESPIRITUAL, É NORTEARMOS OS FILHOS PARA SUA DESTINAÇÃO NOBRE E SUPERIOR, OS AUXILIANDO A ENCONTRAR O RUMO DE DEUS E DE SUA ESPIRITUALIDADE. ISSO IMPLICA NO DESAFIO DE CUIDARMOS DE NOSSA ESPIRITUALIDADE PARA PODER DAR ALGO QUE EXISTA EM NÓS, SENÃO, NÃO HÁ COMO OFERECER. E INVESTIR NO AFETO É UM CAMINHO MARAVILHOSO PARA O MISTER. ACOMPANHARMOS A EVOLUÇÃO DOS FILHOS NAS ESCOLAS, SIM, MAS, TAMBEM, AS SUAS TRAJETÓRIAS PELO MUNDO EMOCIONAL, NOS MEANDROS DA MENTE SAUDÁVEL. QUEM TRABALHA A AFETUOSIDADE CARREGA UMA PROPENÇÃO NATURAL PELAS COISAS TRANSCENDENTES E DESENVOLVE UM HUMANISMO SUAVE E CONSISTENTE. FATALMENTE SERÁ UM SER HUMANO MELHOR.

BUSCANDO AUXILIAR NO APERFEIÇOAMENTO MORAL DE NOSSOS PEQUENOS SOMOS COMPELIDOS A BUSCAR A PRÓPRIA REFORMA. E QUE ISSO SEJA FEITO DE MANEIRA FELIZ, CONFIANTE, NATURAL, SEM NEUROSES E ANGÚSTIAS DE AUTO - CONDENAÇÃO. DEUS NÃO NOS CONDENA, POR QUE O FARÍAMOS EM CIMA DE NOSSOS SONHOS E ASPIRAÇÕES.

SOMOS SERES FASCINANTES PORQUE, NA NATUREZA, SOMOS AQUELES CAPAZES DE SE MELHORAR, DE SE INDAGAR E DE PODER ESCREVER NOVAS PÁGINAS NO MUNDO E NA DIMENSÃO DA CONSCIENCIA. E SER PAI É EXPERIENCIA INESQUECÍVEL, UM GRANDE E COMPENSADOR MECANISMO DE AUTO - CONHECIMENTO.

SE AMARMOS NOSSOS FILHOS SEM MEDO DE O FAZER E SEM O EGOÍSMO DOENTIO DE DESEJAR VE-LOS COMO NÓS, AH!, ENTÃO, SENTIREMOS ALGO DA PLENITUDE DA VIDA, DA GRANDEZA DE SER FILHO DE DEUS.

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. A benção ter um filho e observar sua família aumentando é algo maravilhoso, temos apenas que saber aproveitar o momento para evoluirmos espiritualmente porque esses espíritos estão ligados de outras vidas. Devemos criar uma ligação mais que pais e filhos, mas de amigos, verdadeiros amigos.
    Que deus me dê a benção e um dia eu possa ser mãe para sentir o amor imensurável, esse que fazemos de tudo para que o nosos filho(a) seja feliz.

    ResponderExcluir
  3. Quando eu crescer, quero ser assim...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Texto muito bom, quando descobri as imperfeições dos meus pais, também descobri o quanto meu amor também se tornou maior. Principalmente com minha mãe, pois antes havia o medo e hoje com todas minhas descobertas o medo se transformou em respeito, e foi mais além se transformou numa verdadeira amizade. Obrigada Fred por mais um ensinamento. Abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  5. Fico feliz pela constatação de que pais humanos são, em geral, mais amados. Obrigado ao evangelizarte pelo comentário, assim como aos demais.Beijos.

    ResponderExcluir